Visualizações de página do mês passado

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Psicose associada à doença de Parkinson - Notícias | Viva Bem com Parkinson

O termo psicose é amplo e deve ser diferenciado em neurologia daquele que é usado em doença psiquiátrica, como na esquizofrenia. A psicose encontrada na doença de Parkinson (DP) envolve tanto má interpretação como alucinações visuais, auditivas e táteis; às vezes, os estímulos tornam-se verdadeiros delírios. Os estímulos surgem a partir da estimulação de um objeto qualquer, interpretando objetos não vivos como vivos, principalmente quando estão em movimento.
Ainda dentro desse contexto de ilusão aparece à sensação de existir uma pessoa ao seu lado, sensação de presença, ou mesmo, ter a sensação de que alguém passou ao seu lado, sensação de passagem no seu campo visual periférico. As ilusões são facilitadas pelo pôr-do-sol ou ambientes interiores com pouca luz.
Alterações na visão ocorridas na DP podem resultar de alterações na acuidade visual, contraste sensitivo, visão colorida, discriminação de objeto, reatividade das pupilas, movimentos dos olhos, percepção, sensibilidade do campo visual e velocidade de reação visual; todas essas alterações podem ser decorrentes da DP. Lentidão na velocidade de processamento visual pode também conduzir ao declínio na percepção visual, especialmente para mudança de estímulos rápidos. Portanto, os pacientes com DP precisam de mais tempo para visualizar os objetos em foco.

Fonte : Psicose associada à doença de Parkinson - Notícias | Viva Bem com Parkinson

Um comentário:

Baldoino Soares Badu disse...

Conforme solicitado através do ultimo chat pelo amigo Magno tai o que consegui pescar.Espero que ajude.