Visualizações de página do mês passado

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

BOM DIA AMIGOS DO BLOG - FELIZ INICIO DE SEMANA - JANELAS!!!

Fenêtres (JANELAS)
Uma janela não deveria nunca ser banal. Não basta apenas ser um buraco na parede para deixar entrar a luz mas, sobretudo, deve servir para criar uma abertura para a beleza.
As janelas são para uma casa o que os olhos são para o ser humano. Elas permitem que se lance um olhar ao céu mesmo quando se está dentro de casa!! O grande arquiteto inglês John Dennison dizia que é necessário construir uma casa em torno de suas janelas, jamais o inverso. Para ele, as janelas constituem o elemento mais importante de uma casa.
Na verdade, não é por acaso que a parte mais bela de uma Catedral seja suas janelas. Os construtores compreenderam isto desde sempre!!! Existem janelas modestas como as dos humildes barracos... ...existem janelas riquíssimas, de um luxo incomparável, obra de grandes artistas ... ...mas é a luz do mesmo sol que passa por umas e pelas outras. Não existe um sol para os ricos e outro sol para os pobres...
Existem também as janelas alegres que dão um ar de felicidade às paredes onde aparecem... Mas existem ainda, infelizmente, as janelas das prisões e dos esconderijos. A luz penetra nelas aos pingos, como um conta-gotas, pois raramente são orientadas para o lado do sol...
Há também as janelas das paredes velhas que abrem um espaço para o passado e os ancestrais... São as janelas da memória!!! Existem janelas fantásticas, cheias de alegria que, muitas vezes, atraem os passarinhos... Existem janelas indiscretas que permitem uma olhadela sobre a pobreza, sobre os infelizes e as crianças abandonadas, nas casas frias e sem alma... Algumas janelas parecem vivas por terem uma postura humana...
Quando não há janelas suficientes, não se deve hesitar em criá-las, mesmo que seja nos ângulos mais inusitados... Janelas piedosas de uma Igrejinha no campo... Elas são testemunhas dos moradores da vila que ali vão fazer suas preces noturnas.
A janela é a ligação entre o interior e o exterior. Ela fica a meio caminho entre a natureza livre e o confinamento por trás dos muros... Ela é, sobretudo, um símbolo de evasão, liberdade e energia, já que dá passagem à luz, fonte da vida... Abra a janela!!! MERCI!
(Création Florian Bernard 2004)

Um comentário:

Baldoino Soares Badu disse...

É os recados chegam, mas são poucos os escolhidos para entender, as oportunidades também, os falsos profetas a todo hora batem a nossa porta, são como janelas abertas no nosso cotidiano, invadindo a nossa privacidade e criando outras dificuldades no conviver. Lembro da casa onde nasci nas terras queridas do sertão da Bahia, tinha doze janelas todas voltadas para o sol nascente, quando comprei meu apto uma coisa que observei era que deveria ter janelas em todos os cômodos, iluminação e ventilação é uma coisa que não posso reclamar, aqui só acendo as luzes a noite, durante o dia o sol entra pelas janelas e é sempre bem recebido. Minha conta de eletricidade caiu 50% depois que sai da minha casa. O importante é estar vivo e aproveitar todos as delicias e condições do bem viver que o Senhor da Vida coloca em nossas mãos e que sempre chegam na bandeja.
Bom dia amigos, mas bom dia mesmo!