Visualizações de página do mês passado

terça-feira, 24 de junho de 2014

10 provas de como a "ciência bizarra" ajudou a melhorar o mundo | HypeScience

Pseudociência nunca teve muita credibilidade junto à comunidade científica. Alguns pseudoestudos até chegaram a ser motivo de chacota e, sejamos francos, alguns com um certo merecimento. Mas, como tudo nessa vida, a gente não pode generalizar, certo? A pseudociência parece que tem seus méritos. Mesmo que a ideia de que ela seja de fato uma “disciplina” soe absurda, algumas vezes ela encontra caminhos interessantes que levam a resultados curiosos – e que até ajudam a melhorar o mundo.
A alquimia é uma pseudociência agora extinta que se dedicava a encontrar a cobiçada Pedra Filosofal. Se você assistiu ao primeiro filme de Harry Potter, ou leu os livros da série, sabe do que eu estou falando. A Pedra Filosofal seria a pedra que, supostamente, daria o dom da imortalidade para quem a encontrasse. Com ela, seria possível fazer um tal de elixir da vida, que manteria as pessoas lindas, jovens e eternas. Não é tão difícil assim de entender porque os cientistas de verdade não levavam essa linha de pesquisa, digamos assim, muito a sério, né?
Os alquimistas chineses, no caminho em busca de seus sonhos mágicos, acabaram encontrando uma descoberta bastante útil para a humanidade: a pólvora!

Um comentário:

Baldoino Soares Badu disse...

É lendo essa matéria faço o seguinte comentário "Há mais mistérios entre o céu e a terra do que a vã filosofia dos homens possa imaginar,
Portanto os progressos da ciência estão ai e porque não? o da cura do Parkinson.