Visualizações de página do mês passado

terça-feira, 9 de junho de 2015

BOA TARDE AMIGOS E AMIGAS DO BLOG - COMPOSIÇÃO ESPECIAL!!!


Composição especial 

Certa vez uma amiga, professora da 4ª série, numa época em que não se falava ainda sobre alfabetização emocional, alfabetizava com maestria os seus pequenos alunos.

Um dos seus meninos foi vítima da paralisia infantil e vivia numa cadeira de rodas. Certa vez ela deu à classe a tarefa de fazer uma composição sobre algo de que eles muito gostassem. Ao corrigir os trabalhos, minha amiga manchou algumas folhas com suas lágrimas, mas houve uma que ela quase estragou, tantas foram as lágrimas que ela derramou sobre o papel. Da parte que ainda estava intacta, pude ler:

"... gosto muito de bicicleta, mas não posso andar com ela. Dos meus sapatos eu gosto, mas eles estão sempre limpos e não se gastam. O que eu gosto mesmo, e quero prestar-lhe homenagem, é a minha cadeira de rodas. Você, minha cadeira, parece tão feia para quem não te conhece como eu. Para mim você é bonita. Suporta meus momentos de raiva, quando até te espanco, ouve minhas confidências e deixa-se molhar com minha lágrimas. Sim, eu choro.

Muitas vezes eu choro porque quero correr, chutar bola, andar de bicicleta, excursionar pelo mato, subir montanhas, nadar no riacho... Não posso fazer nada disso, mas tenho um pouco de liberdade com você. Não me esqueço quando você me ensinou o "faz de conta", e se transformou numa nave espacial e fomos à lua, Vênus e Marte e fizemos um tratado de paz com os seus habitantes, garantindo-lhes que jamais seriam agredidos..."

Depois, não dava pra ler mais. Na última linha, porém consegui decifrar: "... primeiro odiei, hoje você faz parte do meu corpo".

Fiquei pensando: tomara que todos nós fizéssemos um tratado de paz com a vida, um tratado de não agressão. Vamos reagir contra o mal, porém com muito amor.

Amilcar Del Chiaro Filho no livro
"A Minha Paz Vos Dou..." 

Um comentário:

Baldoino Soares Badu disse...

É uma linda narrativa para nossa reflexão.