Visualizações de página do mês passado

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

AS MELHORES IMAGENS DE SATÉLITE DO ANO!!!

 
Acostumados como estamos com imagens de satélite, como as proporcionadas pelo Google Maps e outros serviços, acabamos esquecendo como nosso planeta é fantástico. Mesmo assim, ainda surgem de vez em quando imagens que despertam fascínio e majestade.



Nesta coleção feita pelo DigitalGlobe, vemos as melhores imagens de 2012, selecionadas no seu imenso arquivo de imagens.

Nesta seleção há paisagens naturais e artificiais, todas elas fantásticas, como a nuvem em forma de chumaço no topo do Monte Fuji.


 Fonte : As melhores imagens de satélite do ano

2 comentários:

Baldoino Soares Badu disse...

Existem coisas que nossa percepção de encarnados não consegue captar, somente pessoas com a sensibilidade aflorada conseguem enxergar, são imagens fantásticas que nos mostrar quanto foi perfeito a obra do criador, as maquinas estão ai para vermos com outros olhos, os olhos da ciência, outra conquista fantástica. O homem precisa entender melhor o que nos cerca e porque estamos aqui, conviver harmonicamente com a mãe natureza e entender melhor nossos irmãos do reino animal. Se isso um dia vier acontecer vamos estar verdadeiramente de volta ao paraíso tão identificado nas paginas da bíblia.
Passe pela minha pagina do Facebook e veja um vídeo que postei recentemente “Que mundo maravilhoso”, a musica é linda, mas as imagens nos levam a um mundo que ainda não conhecemos, mas que poderíamos conhecer e ter todas essas beneficia se soubermos salvar esse mundo fantasticamente construído para ser um paraíso e que estamos destruindo.

Baldoino Soares Badu disse...

Lendo a bíblia eletrônica no capitulo provérbios resolvi construir melhor o texto:
Veja o que encontrei, são verdades mais que verdadeiras:

Provérbios

Chave: Sabedoria

Comentário:
Entre os Provérbios, a sabedoria começa em Deus; sua centralidade, sua situação básica é dada por sentada em todo o livro. Os sábios se colocam em um mesmo nível. Trata-se dos que confiam em Deus, que o conhecem, que refletem esta confiança e este conhecimento mediante sua conduta reta e amorosa para com seus semelhantes, de acordo com princípios divinamente aprovados. O bom e o mau estão vinculados com a recompensa e com o castigo, uma vez que Deus incorpora em si mesmo o amor e a justiça , de modo que deve promover o bem e evitar o mal.
Os padrões positivos e negativos do livro dos Provérbios proporcionam-nos uma prova valiosa de conduta pessoal. O Senhor Jesus Cristo aconselha seus discípulos a serem "prudentes como as serpentes..."(Mateus 10:16). A sabedoria dos Provérbios é o adorno do Antigo Testamento, pelo assim dizer, no que respeita às muitas exortações práticas das epístolas do Novo Testamento, verdade aplicável tanto ao grande discurso de quatorze pontos como à ampla, expressiva e concisa série de instruções e observações de que se compõe a maior parte deste livro, referindo-se aos muitos aspectos de nossa conduta diária.

Autor:
Provérbios 1:1 e 2 citam Salomão como seu principal autor, 10:1 - 22:16 são diretamente seus. Incorporou o primeiro grupo de "palavras" em 22:17 - 24:22 ("minha ciência", 22:17); e a passagem de 24:23-24 foi, talvez, acrescentada por ele, ou pelos homens de Ezequias, juntamente com a segunda série de Salomão, capítulos 25 a 29. Os discursos, capítulos 1 a 9, não têm data, porém existia um bom precedente oriental antiqüíssimo que justificaria o fato de Salomão os antepor como uma introdução aos provérbios principais. Os poemas de Agur, de Lemuel, e da esposa virtuosa não têm data conhecida, mas poderiam ter sido acrescentados anteriormente, no tempo de Ezequias, embora talvez mais tarde. Assim, a data mais antiga para o livro dos Provérbios seria o reinado de Ezequias, imediatamente depois do ano 700 a.C., ou, quem sabe, algum tempo depois.
A literatura proverbial escrita já era antiga no Oriente Próximo: e estudos recentes (nem todos publicados) de contactos lingüísticos e fundos literários da região norte de Canaã, do Egito, da Mesopotâmia e de países heteus, ou hititas, indicariam que o livro de Provérbios foi escrito na primeira metade do primeiro milênio antes de Cristo.
Kenneth A. Kitchen
Bacharel em Artes