Visualizações de página do mês passado

sábado, 27 de dezembro de 2008

Cientistas criam chip para estimular prazer

Investigadores ingleses da Universidade de Oxford estão a desenvolver um chip electrónico que estimula a libido no interior do cérebro.

De acordo com o jornal britânico “The Daily Mail”, a tecnologia, criada a partir de choques leves no cérebro, foi inicialmente desenvolvida para o tratamento da doença de Parkinson nos EUA.

Para o desenvolvimento do “sex-chip”, as pesquisas focaram o córtex orbitofrontal, localizado atrás dos globos oculares, que é associado aos sentimentos de prazer causados pela comida e pelo sexo.

Fonte : Jornal de Noticias

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Hospitais de excelência assinam convênio com o Ministério da Saúde

Considerado um dos mais avançados centros de referência da cardiologia mundial, o HCor - Hospital do Coração, junto com cinco hospitais de excelência no país, assinou no dia 17 de novembro um importante acordo com o Ministério da Saúde que marca o início de uma nova etapa da filantropia no país.

A partir desta assinatura, o HCor passa a integrar as ações estratégicas do SUS de maneira mais intensa por conta do uso otimizado de sua capacidade técnica, conhecimento e excelência em cardiologia.

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, o Governador José Serra e o Diretor Geral do Hospital do Coração, Dr. Adib Jatene entre outras autoridades participaram da solenidade no HCor para assinarem os termos de ajuste na execução de projetos de filantropia que visam, além de melhoria dos serviços do SUS, gestão, novas tecnologias, capacitação, qualificação e pesquisa em benefício de toda a população.

Fonte : Hcor Hospital do Coração

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Um chip para substituir o Viagra?

Cientista prevê que, em dez anos, médicos poderão implantar chips no cérebro de pacientes incapazes de sentir prazer com sexo ou comida.

O estudos sobre a estimulação elétrica do cérebro podem gerar uma espécie de chip do sexo, que pode acionar o centro do prazer de um paciente. Até hoje, a técnica tem sido usada para o tratamento de doenças, como o Parkinson, mas pode, em uma década, ser aplicada em casos como o de anedonia, em que a pessoa perde a capacidade de sentir o prazer causado pelo sexo ou pela ingestão de comida.

A pesquisa para a aplicação da tecnologia no córtex órbito-frontal, responsável pela sensação de prazer, está sendo realizada por Morten Kringelbach, do departamento de psiquiatria da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e foi objeto de um artigo na revista Nature Reviews Neuroscience.

Fonte : Revista Saúde Epoca

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

NOSSA SOLIDARIEDADE COM PÁDUA VEJA DETALHES DO AMIGOGAMP

20:17:47 - samuel ABP : recebi um email trista da monica. Em Pádua as aguas destruiram tudo: computadores, remedios, arquivos!!

20:32:32 - Regina49 Nit sifrol : vcs viram o recado que deixei sobre a Monica?

20:32:50 - Badu63GruCuidador : Por falar em todos no mesmo barco precisamos dar apoio a Monica a situação esta muito triste

20:33:00 - samuel ABP fala para Regina49 Nit sifrol: eu li. Ela me escreveu

20:33:39 - samuel ABP fala para Badu63GruCuidador: o que poderiamos fazer em seu beneficio?

20:34:02 - Badu63GruCuidador fala para Regina49 Nit sifrol: Eu li e fiquei preocupado com a situação

20:34:27 - Badu63GruCuidador fala para Regina49 Nit sifrol: Não sobrou nada? ela pegou apenas documentos

0:35:03 - Regina49 Nit sifrol fala para samuel ABP: ela está muito fragilizada..

20:37:17 - samuel ABP fala para Regina49 Nit sifrol:E-MAIL DA MONICA deoliveirasouto42@oi.com.br

20:37:25 - Regina49 Nit sifrol : ela esta preocupada principalmente com os remedios q foram perdidos...

20:39:30 - magno APPP : talvez eu possa ajuda-la mais para isso preciso de algum queesteja com ela ou coisa assim

20:39:56 - Badu63GruCuidador : Acho que devem enviar a Monica o nosso apoio nesse momento triste

20:40:34 - samuel ABP fala para Badu63GruCuidador: mas pergunto o que de concreto poderiamos fazer em prol da monica?

20:41:52 - Badu63GruCuidador fala para samuel ABP: Que ela tem amigos e que estamos preocupados, quem sabe surge algo de concreto

20:43:49 - samuel ABP fala para Badu63GruCuidador: cada um poderia enviar uma quantia a seu criterio. ela precisaria indicar uma conta

20:44:46 - Badu63GruCuidador fala para samuel ABP: O Gervasio nessas horas tem grandes ideias e age com presteza, vamos entrar em contato

20:45:29 - samuel ABP fala para Regina49 Nit sifrol: Pedrgunte a Monica para onde poderiamos mandar ajuda (dinheiro, remedios, ect)

20:45:50 - magno APPP : Regina nos queremos ajudar a monica porem precisamos de um endereço

20:45:53 - Regina49 Nit sifrol : posso falar pra ela mandar e mails pra vc dizendo o q ela esta precisando e como vcs podem ajudar?

20:46:32 - Badu63GruCuidador fala para samuel ABP: Gostei da ideia tai uma ajuda que poderiam divulgar nos blogs e comunidades, Regina seria nosso porta Voz

20:47:37 - Renato-Contagem fala para Regina49 Nit sifrol: Para enviar remedios el tem que informar quais

20:47:49 - Badu63GruCuidador fala para samuel ABP: Tenho certeza que iremos conseguir uma ajuda substancial

20:48:26 - Badu63GruCuidador fala para Regina49 Nit sifrol: Fale com ela para informar o nr de conta banacaria onde poderemos depositar

20:50:10 - Badu63GruCuidador : medicamentos nessa hora é fundamental, acho que muitos estão sentindo dificuldades de conseguir, sera que não conseguimos sensibilizar os laboratorios a nos ajudar?

20:55:16 - Badu63GruCuidador fala para Renato-Contagem: Se vc tiver oportunidade de conversar com Gervasio coloque a ele nossa preocupação com os amigos de Padua

21:22:59 - cezartdb fala para samuel ABP: Só fiquei um pouco chateado com o que aconteceu em Pádua e, me sinto de mãos atadas para ajudra a Mônica nessa hora

21:42:16 - Regina49 Nit_ fala para Badu63GruCuidador: ELA IRA PRA PADUA NA 6ª FEIRA E VAI TENTAR ABRIR A CONTA O MAIIS DEPRESSA Q PUDER

21:43:23 - Badu63GruCuidador fala para Regina49 Nit_: Ok vamos dar uma ampla divulgação, a solidariedade da familçia parkinsoniana se fará presente

21:45:45 - Regina49 Nit_ fala para Badu63GruCuidador: ASSIM QUE TIVERMOS O NUMERO DA CONTA DIVULGAMOS ELA QUER Q SEJA DEPOSITADO NA CONTA DO GRUPADUA Q ELA IRA ABRIR...

21:46:43 - Badu63GruCuidador fala para Regina49 Nit_: OK, queremos mais noticias, falta de medicamentos e providencias imediatas

21:48:21 - Regina49 Nit_ fala para Badu63GruCuidador: ELA DISSE A PRINCIPIO SIFROL, PROLOPA, MANTIDAM, FOI O Q LEMBROU...

21:50:33 - Regina49 Nit_ fala para Badu63GruCuidador: OS MEDICAMENTOS PODE SER ENVIADO PRO ENDEREÇO: RUA SÃO SEBASTIÃO Nº 106 APTº 1001 INGÁ - NITEROI -CEP 24210110

21:55:01 - Gervásio 45 MG fala para Badu63GruCuidador: Vamos ajudar no que for necessario, se preciso vamos até padua para fazermos um evento e angariar fundos.

21:56:49 - Badu63GruCuidador fala para Gervásio MG: Meu amigo eu sabia que vc iria ajudar com boas ideias, a Monica vai abrir uma conta bancaria em nome do grupo e quem puder enviar medicamentos a Regina acaba de colocar o endereço sugiro darmos publicidades nos blogs e comunidades do Orkut

22:03:25 - Regina49 Nit_ fala para Badu63GruCuidador: VOU FAZER UMA CAMPANHA NA FAMILIA NO NATAL;;;
22:04:41 - Badu63GruCuidador fala para Regina49 Nit_: Talvez um bingo comunitario, alem de alegrar a festa familiar irá ajudar os amigos de Padua?apenas uma sugestão

22:14:34 - Gervásio 45 MG fala para Badu63GruCuidador: mandarei 20 cx contam, 15 cx sifrol, 20 cx mantidan, 5cx prolopa

22:15:27 - Badu63GruCuidador fala para Gervásio 45 MG: Acho que medicamentos é fundamental nessa hora, vou ver com Samuel o que podemos fazer

22:18:30 - Badu63GruCuidador : meus amigos vamos fechar o ano com chave de ouro e mostrar que podemos nos ajudar mutuamente e assinar "todos no mesmo barco"

22:20:19 - Badu63GruCuidador : BOA NOITE, FELIZ NATAL E UM PROSPERO ANO NOVO COM MUITA FÉ NAS PESQUISAS

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Modelando doenças com células-tronco

Ao contrário de grande parte dos meus colegas cientistas e do que a sociedade está exposta através da mídia, acredito que a maior contribuição das células-tronco embrionárias humanas (CTEH) para a medicina moderna não será o transplante celular ou a reposição de tecidos.

Minha posição é fundamentada na seguinte observação: sabemos pouco ou quase nada de como as CTEH se comportam no organismo humano. Por outro lado, sabemos muito de como elas se comportam dentro de uma estufa no laboratório, com as condições controladas e acesso fácil. Isso mesmo, os cientistas estão acostumados a trabalhar com o que chamamos de “cultura de células”, ou seja, a arte de mantê-las vivas e usá-las como ferramenta para extrair conhecimentos sobre a fisiologia humana. Quem convive com esse tipo de pesquisa sabe o quão dolorido (ou gratificante, dependendo do ponto de vista) é passar finais de semana, Natais ou outros feriados no laboratório. Tomando conta das preciosas células.

Fonte : G1 - Espiral Alyson Muotri

SEGUNDA-FEIRA É DIA DO AMIGOGAMP DA ABP
A PARTIR DAS 20:00 HS

AQUELE BATE-PAPO AMIGO E FRATERNO

TEMA LIVRE

Clique Aqui

sábado, 20 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Auto-hemoterapia

Gostaria que nos explicasse o que é a auto-hemoterapia e se acredita na cura que esse tratamento traz para as pessoas.
(Martha)

Auto-hemoterapia é um procedimento em que se retira sangue da veia de uma pessoa e, em seguida, ele é injetado no músculo - em geral braço ou nádega - da mesma. Segundo os defensores dessa prática, isso estimularia o nosso sistema imunológico.

Fonte : Veja .Com - Genética Mayana Zatz

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Reprogramação de células é o avanço do ano da Science
quinta-feira, 18 de dezembro de 2008 - SÃO PAULO - Em sua lista anual dos dez principais avanços científicos do ano, a revista Science pôs, em primeiro lugar, a produção de células "sob medida", a partir da manipulação genética de células de pessoas doentes. Essas linhas de células e as técnicas que as produziram, diz a revista, oferecem ferramentas para compreender e, talvez, curar doenças como o Parkinson e a diabete tipo 1. (segue...) Fonte: Estadão.

Conheça os perigos de se expor demais na internet

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Astrônomos europeus fazem nova imagem de 'árvore de Natal' cósmica

Aglomerado de estrelas 'natalino' fica na constelação do Unicórnio.
Área é ideal para o estudo do 'nascimento' estelar.

A árvore de Natal dos astrônomos do ESO (Observatório Europeu do Sul, na sigla inglesa) não podia ser mais megalomaníaca: mede 30 anos-luz. É que os aparelhos da instalação de pesquisa, localizada a 2.400 m de altitude no deserto do Atacama, no Chile, acabam de obter uma nova imagem do aglomerado de estrelas conhecido como Árvore de Natal, que fica na constelação do Unicórnio. Além de belíssimo, o local é ideal para o estudo da formação de estrelas.

Mês para repensar

Por Mariusa Colombo

Este ano passou rápido, aliás, todos parecem passar... E o bom é que encerramos 2008 com outra consciência: verde, eu diria! Hoje sei que temos condições de ajudar nosso planeta, de interagir com as pessoas de forma a propagar os conhecimentos que fomos adquirindo ao longo dos últimos meses.

Fonte : Revista Seleções

Conheça a história emocionante de João Pedro, de Tocantins.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O público percebe a ciência e tecnologia como fontes de risco?

“Você acha que a ciência e a tecnologia trazem muitos riscos, alguns riscos, poucos riscos ou nenhum risco?”. Este é um exemplo de pergunta presente em pesquisas de percepção pública da ciência e da tecnologia que procuram avaliar se (e o quanto) o público em geral entende a ciência e a tecnologia como fonte de riscos. Embora ainda recentes no Brasil, os avanços de tais pesquisas são animadores. Saber o que a população pensa ajuda, não apenas, a entender como se dá o complexo processo de formação de opiniões e sua relação com a divulgação das informações, mas também na definição de políticas públicas para, por exemplo, incentivar uma maior participação popular, divulgação científica e criação de fóruns de discussão com a sociedade sobre questões polêmicas e com riscos potenciais da ciência e tecnologia.


Fonte : Com Ciencia

EM QUE VOCÊ ACREDITA?

Natal é para a maioria dos brasileiros a principal data religiosa, mas, diante de uma sociedade cada vez mais materialista, muitos ignoram o lado espiritual dessa festa e a vêem apenas como uma época de trocar presentes. Há quem diga que as questões religiosas já não despertam tanto interesse, mas será que a sociedade não dá mesmo atenção à vida espiritual? Afinal, a fé é coisa do passado ou não?

Uma pesquisa exclusiva de Seleções, realizada também em 14 países da Europa e na Argentina, investiga quais são as crenças do homem moderno no que se refere ao plano invisível e revela que 95,3% dos brasileiros crêem em Deus.

Fonte : Revista Seleções

MEDICINA E BEM ESTAR

A polêmica da próstata
Orientação do governo para que homens sem sintomas não façam o exame de toque irrita médicos

Greice Rodrigues

Uma recomendação do Instituto Nacional do Câncer (Inca) divulgada na última semana provocou uma polêmica como há tempos não se via na comunidade médica. O órgão publicou nota desaconselhando homens sem sintomas a fazerem o exame clínico (toque retal) e o teste sangüíneo para medir a dosagem do PSA (sigla de antígeno prostático específico) como forma preventiva de diagnóstico de câncer de próstata. Segundo o instituto, as medidas só seriam indicadas nos casos em que há sinais como presença de sangue na urina, dor ou queimação ao urinar.

Fonte : IstoÉ Independente
COMPORTAMENTO

Aproveite, a felicidade é contagiosa!
Pesquisa revela que o sentimento pode ser transmitido de uma pessoa a outra e se espalhar por sua rede de contatos.

Mônica Tarantino

Procurar a felicidade é uma das coisas que o ser humano faz com mais persistência. E o caminho para chegar lá é assunto da literatura às bancadas de pesquisa científica. A última revelação da medicina a esse respeito é que, como um vírus, a felicidade pega. Ela se transmite de uma pessoa a outra e se expande pela rede de relacionamentos. Como uma gripe. A conclusão é de um estudo divulgado este mês pela revista acadêmica British Medical Journal. “A felicidade de uma pessoa é influenciada pela de outros indivíduos a quem ela está conectada de maneira direta ou indireta”, afirmou à ISTOÉ um dos autores do trabalho, o americano James Fowler, professor de ciência política da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.

Fonte : IstoÉ Independente

sábado, 13 de dezembro de 2008

Projeto de lei autoriza Fundação a financiar pesquisas com células-tronco

12/12/2008 - 07:23

No plenário da Alerj, deputados debatem a aprovação do projeto de lei

Por ampla maioria de votos, a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou no dia 9 de dezembro (terça-feira), o Projeto de Lei n.º 13/08. Com a aprovação, modifica-se a redação da Lei Complementar n.º 102, de 18 de março de 2002, que dispõe sobre a área de atuação da FAPERJ, tornando possível o financiamento de pesquisas científicas com células-tronco embrionárias, o que estava vedado à Fundação desde 2002. Com a decisão, grupos de cientistas envolvidos em terapia celular animam-se com a possibilidade de mais recursos para o desenvolvimento de seus trabalhos.

Veja matéria completa em:

http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=62147


Neurocientista defende novo tratamento para freqüência cerebral anormal

Médico estuda região profunda do cérebro, o chamado tálamo.
Ele compara a relação dessa área com o córtex a uma orquestra.

Sandra Blakeslee Do 'New York Times'

Dr. Patrick J. Kelly, chefe de neurocirurgia da Universidade de Nova York, cruzou os braços na frente do peito, demonstrando ceticismo.

"Tenho um problema neurológico que nunca contei a ninguém – a nenhuma alma viva", ele lembra ter dito ao colega Dr. Rodolfo Llinas diante de um auditório lotado de neurocirurgiões. "Você ouve meu cérebro e me diz o que é isso. Se você o fizer, vou acreditar em você."

Fonte : G1 - Ciência e Saúde

MENSAGEM DO MAGNO NO CHAT DO DIA 11/12 APPP

11/12/2008 15:14:29 ‹MAGNO APPP› Aos meus amigos , companheiros de jornada portadores da DP eu quero pedir que aceitem a doença pois faz parte do tratamento, aceitação não é submissão e resignação mais sim um ato de coragem e demonstração de amor a vida .com a ajuda de todos tudo concorre para um futuro melhor ,por certo não estara longe o dia em que a DP sera coisa do passado , desafiando este mal e ao contrario do que dizia

11/12/2008 15:18:52 ‹MAGNO APPP› (continua ) São Tome ver para crer ,afirmamos com todas as forças crer para ver , se pedirdes crendo que ja recebestes , haveis de receber , pois Deus cria caminhos para lhe dar .

11/12/2008 15:22:10 ‹MAGNO APPP› aos cuidadores eu quero pedir a paciencia e a esperança para levar a cabo esta dificil missão e a todos eu quero desejar um feliz Natal e um ano novo cheio de esperança e realizações um afetuoso abraço do MAGNO

PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DO IDOSO

DEPRESSÃO NO IDOSO E A TERAPIA OCUPACIONAL

Logo Cuidar de Idosos

Olá, pessoal do CUIDAR DE IDOSOS! Hoje eu estava pensando, nessa semana “gostosa” aqui no sul, com cinco dias de chuva, sobre o tema de hoje. Aproveitei o tempo chuvoso e resolvi escrever sobre a depressão na terceira idade, e é claro, um pouquinho do que a Terapia Ocupacional pode contribuir nestes casos.

A depressão é um problema de saúde pública e sua prevalência aumenta na terceira idade. Desafortunadamente, também é neste período que os sintomas depressivos mais comumente passam desapercebidos e são mascarados por outros problemas que afetam os idosos.

Fonte : Cuidar de Idosos

HOJE DIA 13 DE DEZEMBRO - 10º SALÃO DE ARTE DE PARKINSONIANOS

Comemorando o 23º aniversário da ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON, temos a honra de convidar para a Vernissagem da 10º Exposição de Arte de Parkinsonianos.

Serão expostos 130 obras produzidas por nossos associados na "Oficina de Artes Adelaide Aarujo" que também está comemorando seu 13º ano de atividades.


Local : Sede da ABP Av.Bosque da Saúde, 1.155 - S.Paulo.
A partir das 16:00hs.



Será servido um buffet com refrigerantes e vinho.
As obras ficarão expostas para venda até dia 20 de dezembro (sábado) com receita destinada a manutenção dos serviços prestados pela entidade.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

O poder da superação

Comportamento:
Rodrigo Cardoso e Suzane Frutuoso

Antes de ler esta reportagem, faça um exercício. Feche os olhos e lembre de um momento emocionalmente difícil de sua vida. Recorde a cena em detalhes. Se possível, escreva e releia. Não se surpreenda se o coração apertou. Um estudo da Universidade de Purdue (EUA), publicado em setembro na revista científica Psychological Science, provou que lembranças de experiências emocionais dolorosas machucam mais do que a recordação de dores físicas. E também demoram mais a ser cicatrizadas. As vítimas da tragédia de Santa Catarina, por exemplo, mal notarão possíveis cortes e hematomas no corpo, enquanto relembram as imagens de toda uma vida perdida em meio à chuva e à lama. A boa notícia: grandes tristezas podem ser superadas.

Fonte : IstoÉ Independente

Aspartame e doença de Alzheimer

Sou sexto-anista de medicina. Li seu texto sobre o Mal de Alzheimer e recentemente recebi um desses e-mails que circulam na rede com um texto relativamente bem escrito. O texto fala sobre os possíveis efeitos prejudiciais do aspartame ao organismo e como seu uso propicia ou potencializa o aparecimento de doenças como o Alzheimer e o L.E.S (Lúpus Eritematoso Sistêmico). Existe alguma comprovação de que o Aspartame de fato é capaz de desencadear esses efeitos? Como não encontrei referências em revistas respeitadas, gostaria de saber sua opinião.
(Leonardo Pinheiro)


Fonte : Veja.Com - genética

Gruparkinson na TV GLOBO

Reportagem Gruparkinson na GLOBO

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Tem novidades no blog do GRUPARKINSON

É só blogar!
Estudo de células-tronco recebe R$ 10 milhões
49 projetos foram aprovados em edital do CNPq; alguns nomes conhecidos ficaram de fora

Terça-feira, 9 dezembro de 2008 - O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgou o resultado de um edital de R$ 10 milhões para pesquisas com células-tronco embrionárias e adultas - o segundo desde que as pesquisas com células de embriões foram autorizadas, em março de 2005. Quarenta e nove projetos foram contemplados, quase todos no Sul e no Sudeste. O dinheiro é para dois anos de pesquisa. (...)

A lista divulgada pelo CNPq não inclui descrição dos projetos. Numa primeira avaliação, nota-se a ausência de alguns nomes conhecidos da área. Entre eles, o do neurocientista Stevens Rehen, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, um dos mais experientes no tema no País.

Rehen disse que aguarda receber o parecer do comitê avaliador para saber porque a proposta foi negada. O projeto previa o desenvolvimento de novas linhagens de células-tronco humanas e o uso delas no estudo da doença de Parkinson, com camundongos. “Curiosamente, estou fornecendo células para três projetos que foram aprovados”, disse. (segue...) Fonte: O Estado de S.Paulo.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Blog GRUPARKINSON - MG

Estamos iniciando o nosso blog para acessar digite http://gruparkinson.zip.net/, OBRIGADO

O álcool e os medicamentos

Procurei ler e ter informações sobre o uso de medicamentos, no caso aqui em particular de Parkinson, conjuntamente com a ingestão de bebida alcóolica, e me surpreendi com a falta de matérias disponíveis na internet. Encontrei pouca coisa, mas resumidamente segue o texto. A cerca deste assunto, creio que o importante é a informação e também penso ser fundamental que cada um converse com seu médico para obter todos os benefícios das medicações sem correr riscos não desejados e desnecessários.

Registros arqueológicos indicam os primeiros indícios sobre o consumo de álcool pelo ser humano por volta de aproximadamente 6000 A.C., sendo portanto, um costume extremamente antigo e que tem persistido por milhares de anos.

O álcool é uma das poucas drogas psicotrópicas que tem seu consumo admitido e até incentivado pela sociedade. Esse é um dos motivos pelo qual ele é encarado de forma diferenciada, quando comparado com as demais drogas.

Vários medicamentos atuam ao nível do sistema nervoso, modificando faculdades particularmente importantes e quando ingeridos com álcool acarretam riscos ainda maiores. Ainda que não se faça uso da medicação juntamente com o álcool, os efeitos podem ser opostos aos esperados.

O efeito do álcool pode alterar a ação do medicamento em nosso organismo, tanto quanto o medicamento pode a alterar perigosamente os efeitos do álcool mesmo se ingerido em pequenas doses. O risco também existe com medicamentos de uso freqüente, sem nenhuma prescrição médica e muitas vezes auto-medicados.

Uma pesquisa desenvolvida nos EUA assegura que pessoas que bebem socialmente também lesionam o cérebro da mesma forma que os consumidores mais freqüentes.

Para o estudo contaram com dois grupos de voluntários: um grupo com pessoas que bebiam álcool regularmente e outro com pessoas que ingeriam pequena quantidade de bebida alcoólica. Testes foram executados para verificação das lesões no cérebro e a conclusão foi que não é preciso beber muito para prejudicar a performance cerebral. Mais de cem doses de bebidas alcoólicas por mês já causam redução da inteligência, equilíbrio corporal ruim e a perda de memória.

Os pesquisadores acreditam que os efeitos nocivos no cérebro são muito duradouros, mas ainda não podem afirmar se esses danos cerebrais são irreversíveis.

Sob o ponto de vista farmacológico, o etanol é um depressor do sistema nervoso central e sua ação se exerce de modo não seletivo.

Leia a seguir a opinião de dois especialistas:

“Número substancial de pessoas, porém, faz uso nocivo do álcool, pois ocasional ou regularmente bebe acima das quantidades supra-citadas. Se numa festa, a pessoa bebe cinco copos de cerveja ou três de uísque, está ingerindo mais do que seu organismo tolera em termos de intoxicação alcoólica. [...] É claro que do ponto de vista biológico beber regularmente três doses de uísque ou de pinga causa impacto biológico significativo como hipertensão arterial ou doenças gástricas e hepáticas relacionadas ao consumo de álcool. A pessoa pode não ser dependente, mas nem por isso deixa de lesar o organismo quando exagera na bebida
”.
- Dr. Ronaldo Laranjeira é médico, coordenador da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas na Escola Paulista de Medicina na Universidade Federal de São Paulo e com PhD em dependência química na Inglaterra.

"Vários estudos demonstram os efeitos do álcool sobre o sono, o comportamento e a memória. Como trabalhamos muito em pesquisas sobre morte celular, resolvemos investigar melhor a ação do álcool nessa situação".
- Soraya Soraya Smaili, orientadora da pesquisa e professora do Departamento de Farmacologia, da Unifesp.

http://www.saudeemmovimento.com.br/reportagem/noticia_frame.asp?cod_noticia=1414
http://drauziovarella.ig.com.br/ponto/laranjeira_talcoolismo.asp
http://www.psiquiatrianet.com.br/tratamento/interacoes11.htm
http://www.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/folhetos/alcool_.htm

ABP-ASSOCIAÇÃO BRASIL PARKINSON VENHA NOS CONHECER

Ciência e saúde

Alerta sobre os sites que oferecem terapias

Cientistas alertaram para o risco de se buscar na internet tratamentos com células-tronco para a cura de doenças. Em uma análise publicada na edição de dezembro da revista Cell Stem Cell, pesquisadores da Universidade de Alberta, no Canadá, disseram que, embora as clínicas costumem apresentar suas terapias como seguras e eficazes, falta evidência médica concreta sobre os resultados.

Fonte : Veja.Com

Pesquisa alerta sobre 'propaganda enganosa' Clínicas oferecem terapias sem eficácia comprovada.

Fonte : O Estado de S.Paulo

NÃO SEI SE É PARA RIR OU PARA CHORAR?...., ENFIM ...RIR É BOM PARA A SAÚDE

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

O que são células-tronco?

São células encontradas em embriões, no cordão umbilical e em tecidos adultos, como o sangue, a medula óssea e o trato intestinal, por exemplo. Ao contrário das demais células do organismo, as células-tronco possuem grande capacidade de transformação celular, e por isso podem dar origem a diferentes tecidos no organismo. Além disso, as células-tronco têm a capacidade de auto-replicação, ou seja, de gerar cópias idênticas de si mesmas.
http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/celulas_tronco/01.html

Pesquisa com suor diz que humanos podem sentir "cheiro de medo"

Cérebro teria um circuito para agir sob medo
Cérebro teria um circuito para agir sob medo
Um estudo da Stony Brook University, nos Estados Unidos, afirma que é possível para humanos sentir “cheiro do medo”. A pesquisa, publicado pela revista “New Scientist”, afirma que o cérebro de voluntários foi estimulado como se sentissem medo quando sentiram o cheiro de suor de pessoas que saltaram de avião, informa a BBC.

Fonte : Abril.com
QUINTA-FEIRA É DIA DE BATE-PAPO DA APPP
A partir das 20:0
0hs aquele bate-papo amigo e fraterno.



"COM APOIO MÚTUO IREMOS TRANSFORMAR
NOSSO COTIDIANO COM QUALIDADE DE VIDA"





SOB O COMANDO DO AMIGO MAGNO

Clique Aqui

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Amizade só faz bem
Recentes estudos confirmam: viver sozinho é prejudicial à saúde, principalmente à do coração. Para evitar os danos, psicólogos ensinam o que fazer para viver rodeado de amigos

por Cristina Almeida

Vivemos um tempo no qual tudo nos convida a estarmos sós. Os livros são de auto-ajuda, os restaurantes são do tipo self-service, o mercado imobiliário se especializa em imóveis para pessoas que optaram por morar sozinhas, e até as embalagens dos produtos têm sido idealizadas para aqueles que nunca estão acompanhados. Viver só não é um problema em nossa sociedade, mas sinal de que alcançamos independência, auto-estima e suficiência.

Fonte : Revista VivaSaúde

Cálcio emagrece!
O mineral, comprovadamente benéfico para fortalecer os ossos e diminuir a pressão arterial, também está associado à perda de peso, segundo pesquisadores. Descubra em quais alimentos ele está presente e a melhor forma de consumi-lo para baixar os ponteiros da balança.

Fonte : Revista VivaSaúde


Células-tronco embrionárias geram droga contra esclerose lateral amiotrófica



Foto: Carol Marchetto/Divulgação

Células-tronco embrionárias humanas, antes da diferenciação (Foto: Carol Marchetto/Divulgação)

Estudo consegue pela 1ª vez simular doença in vitro com células humanas.
Processo caminha para experiências com animais e, depois, testes clínicos.

Um grupo de cientistas nos EUA, com marcante participação brasileira, está demonstrando o imenso potencial existente nas células-tronco embrionárias para desenvolver tratamentos para doenças hoje incuráveis. E o resultado imediato é uma nova droga -- possivelmente a primeira derivada de pesquisas desse tipo -- que pode vir a ser esperança para pessoas que sofrem de esclerose lateral amiotrófica.

Fonte : G1 - Ciência e Saúde/Células-tronco

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Laboratórios pagam farmacêuticos para indicar remédios similares

A Associação Brasileira da Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (ABMIP) usou uma lista de medicamentos para fazer a denúncia. Nelao aparecem os nomes do laboratório Medquímica, de Minas Gerais, e da rede de farmácias Extra-farma, do Pará; na coluna do meio estão os remédios similares que, segundo a ABMIP, deveriam ser oferecidos no lugar dos medicamentos de referência, relacionados à direita.

Fonte : Globo.Com/Jornal Hoje

Passeata SuperAção pelo Dia Internacional da Pessoa com Deficiência




A vereadora Mara Gabrilli e o Instituto Mara Gabrilli apoiam e convidam a todos para se unirem à passeata na Avenida Paulista, no próximo sábado, dia 06 de dezembro, organizada pelo Movimento SuperAção e a Ong Mais Diferenças, em celebração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Incluindo diferenças em defesa dos direitos humanos. Em sua 5ª edição, a passeata pelo Dia Internacional da Pessoa com Deficiência na Avenida Paulista, conta novamente com a parceria do Movimento SuperAção e a Ong Mais Diferenças com o apoio oficial de diversas instituições do setor.

Fonte : Informativo da Ver.MaraGabrilli

Experimento de realidade virtual faz voluntários 'trocarem' de corpo

Foto: AP

Voluntários que usaram capacetes especiais viveram essa experiência.
Neurocientistas criaram truques para enganar a percepção.

Voluntário tem a sensação de que seu corpo é o do manequim. (Foto: AP)

Cumprimentar você mesmo com um aperto de mão pode ser uma experiência incrível. Mas a ilusão de ter sua barriga esfaqueada, nem tanto. Essas duas sensações pareceram reais para muitos participantes de um experimento realizado na Suécia – o objetivo é mostrar como as pessoas podem experimentar percepções enganosas quando têm a sensação de viverem em um corpo diferente do delas. Ou, em outras palavras, quando “trocam” de corpo.

Em uma apresentação nesta semana, neurocientistas do Instituto Karolinska, em Estocolmo, mostraram como voluntários usando óculos de realidade virtual podem sentir que trocaram de corpo com um manequim ou até mesmo com outra pessoa.

Fonte : G1 Tecnologia /Aplicações

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Alumínio: útil e mortal

29 de Novembro de 08
Saúde

http://www.jornaldeararaquara.com.br/home.pas?codmat=40140&pub=2&edicao=

Na Itália, famosa por seus restaurantes, nenhum deles pode usar essas panelas de alumínio, devido à proibição do governo. É que as panelas de alumínio contaminam intensamente a comida. Para você ter uma idéia.

Pesquisa da Universidade do Paraná demonstrou que as panelas vendidas no Brasil deixam resíduos de alumínio nos alimentos que vão de 700 a 1.400 vezes acima do permitido. Isso só ao preparar a comida. Se esta ficar guardada na panela por algumas horas, ou de um dia para o outro, este valor pode triplicar ou quintuplicar. Viu por que vale a pena trocar de panelas?
Mas não é só, sabe as latinhas de refrigerantes e cervejas, hoje, tão difundidas no Brasil?

Pesquisa do Departamento de Química da PUC demonstrou que elas não são fabricadas de acordo com os padrões internacionais. Em conseqüência, seu refrigerante predileto pode conter quase 600 vezes mais de alumínio do que se estivesse na garrafa. E além do alumínio foram demonstrados pelo mesmo estudo mais 12 outros metais altamente perigosos para a saúde. Nessas latinhas, o manganês, que causa o mal de Parkinson; o cádmio, que causa psicoses; o chumbo, encontrado no organismo de muitos assassinos, e outros. Que tal? Prefira as garrafas.

Descoberto em 1809, o alumínio é um metal muito leve (só é mais pesado do que o magnésio) e já foi muito caro. Naquela época, Napoleão III, imperador da França, pagou 150 mil libras esterlinas (mais ou menos 300 mil reais) por um jogo de talheres de alumínio. Esse metal tem espantosa versatilidade, sendo utilizado em muitas ligas metálicas. Depois do aço, é o metal mais usado no mundo, seja em panelas, embalagens aluminizadas, latas de refrigerantes e cervejas, antiácidos e desodorantes antitranspirantes, assim como vasilhames para cães e gatos comerem e beberem. Nestes animais, com o tempo, pode causar paralisia dos membros posteriores que leva ao sacrifício precoce dos animais. Na maioria das vezes os veterinários, por falta de exames, dizem que o animal está muito velho.

Se seu cabelo está caindo, desconfie do alumínio. Este metal, quando está excessivo no organismo, provoca grande oleosidade no couro cabeludo, que vai sufocar a raiz dos cabelos. Usar xampus contra a oleosidade ajuda, mas se você não eliminar a causa, vai perder muito cabelo. Muitas vezes, a queda de cabelos vem acompanhada de dormências ou formigamentos quando se fica na mesma posição (com as pernas cruzadas, por exemplo). Além dos seus cabelos, todo o seu organismo está sendo prejudicado: o alumínio deposita-se no cérebro, causando o mal de Alzheimer (esclerose mental precoce) e expulsa o cálcio dos ossos, produzindo a osteoporose. Esse cálcio vai se depositar em outros lugares, produzindo bursite, tártaro nos dentes, bico de papagaio, cálculos renais...E também vai para dentro das suas artérias, estimulando a pressão alta e a possibilidade de isquemias cardíacas (infarto), cerebral (trombose) e genitais (frigidez e impotência).

Para o Dr. Mauro Tarandach, da Sociedade Brasileira de Pediatria, está bem claro o papel do alumínio nas doenças da infância, graças ao avanço da biologia molecular no que tange ao papel dos oligoelementos na fisiologia e na patologia. Os sintomas clínicos da intoxicação por alumínio nas crianças, além da hiperatividade e da indisciplina, são muitos: anemia microcítica hipocrômica refratária ao tratamento com ferro, alterações ósseas e renais, anorexia e até psicoses, o que se agrava com a continuidade da intoxicação.

Atualmente se utiliza a biorressonância para avaliar o nível do alumínio e outros metais. O método é muito menos dispendioso, podendo ser utilizado no consultório ou na casa do paciente.
E como é que o alumínio entra no organismo? Através das panelas de alumínio, por exemplo, que vêm sendo proibidas em muitos países do mundo.

Em suma, o alumínio é muito útil... porém, mortal.

Clínicas vendem cura com células-tronco, mas não entregam

http://imirante.globo.com/plantaoi/plantaoi.asp?codigo1=182923

Saúde 24/11/2008 - 06h33

SÃO PAULO - Caso você seja um paciente com alguma doença incurável, como Mal de Parkinson, Alzheimer ou Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), saiba que existe uma clínica na Holanda que diz que pode ajudá-lo. O catálogo ou website informa que você pode ser curado com uma injeção de células-tronco aplicada embaixo da pele, num procedimento de apenas algumas horas. A clínica já tratou centenas de pessoas e atesta que tem resultados “surpreendentes”, com depoimentos emocionados de seus pacientes. Apesar do foco da clínica holandesa estar nas doenças do sistema nervoso, eles também aceitam pacientes com outras doenças, como artrite, lupus, insônia, disfunção sexual, queda de cabelo e falta de apetite.


Esse é só um exemplo de clínicas que estão oferecendo serviços baseados em células-tronco. Basta uma rápida procura na internet para encontrar centenas de sites, a grande maioria bem atraentes, com retratos de pessoas saudáveis e felizes, ou relatos de paciente atuais que foram “curados” ou tiveram uma melhora significativa. Muitas delas oferecem inclusive um pacote turístico junto, é o chamado turismo terapêutico. O custo varia muito, em geral em torno dos US$ 20 mil. Mesmo assim, existem milhares de pessoas na fila de espera.


Dependendo da clínica, tipos diferentes de células-tronco estão disponíveis. Algumas oferecem tratamentos baseados em células do cordão umbilical, outras usam células retiradas de fetos abortados. Ainda temos células sanguíneas da medula do próprio paciente ou mesmo células glia progenitoras do nariz.

Apesar de milhares de pacientes terem sido tratados por essas clínicas, grande parte da comunidade científica, familiarizada com procedimentos envolvendo células-tronco, repudia esse tipo de serviço. A principal crítica é que não existem evidências suficientes que demonstrem a eficácia das terapias, muito menos trabalhos publicados com modelos animais que sugerem que a técnica possa funcionar em humanos. A grande maioria das clínicas não coleta dados suficientes que permitam uma análise rigorosa e os clínicos não descrevem com detalhes como as cirurgias são realizadas. Fica impossível para quem está de fora tentar entender o que acontece na sala de cirurgia.

Nos EUA, alguns cientistas e grupos de pacientes vêm tentando entrar em contato com clínicas que reportam resultados positivos, na esperança de compreender melhor o procedimento. Infelizmente, esse contato não tem sido produtivo. A grande reclamação está na falta de clareza dos relatórios médicos, mesmo dados básicos sobre a saúde inicial do paciente são deixados de fora.


Apesar de toda a agitação atual em torno das células-tronco, existem apenas algumas terapias legítimas utilizando células-tronco adultas (para algumas leucemias, infarto ou degeneração da córnea) e o primeiro ensaio clínico usando células-tronco embrionárias para lesões da medula espinhal deve acontecer em breve na Califórnia. É só. A grande parte dos pesquisadores ainda está tentando entender como as células-tronco se comportam no organismo, quais as conseqüências do transplante e se elas realmente fazem algum efeito.


Mas as clínicas particulares estão oferecendo cada vez mais serviços, ampliando o espectro de células e tipos de doenças. Por exemplo, a EMCell, clínica que diz já ter tratado mais de 2.000 pacientes para as mais diversas doenças, anunciou que um paciente com ELA voltou a andar. O caso chamou a atenção de uma associação de ELA americana (ALSTDF), que decidiu investigar o caso, na esperança de que seus membros também possam usufruir dessa terapia. Em conversa com os médicos da EMCell, os diretores da ALSTDF não conseguiram detalhes clínicos suficientes para compreender como o procedimento é realizado. Pior, algumas das declarações levantaram suspeitas, como, por exemplo, a injeção de células-tronco foi abdominal. Salvo uma reação imunológica temporária, não existe nenhuma evidência de que células na cavidade abdominal contribuam para uma melhora do sistema nervoso. É implausível que as células migrem para o cérebro e contribuam na melhora da ELA.

O caso ficou conhecido pela mídia e chamou a atenção da revista científica “Science”, que procurou os diretores da EMCell para uma explicação. Os poucos trabalhos foram publicados em revistas de baixo impacto (sem indexação internacional) e a maior parte em russo. Os coordenadores da EMCell justificam que a comunidade internacional, principalmente dos EUA, simplesmente ignora os resultados positivos que a clínica vem obtendo, seja por motivos intelectuais ou financeiros.


Outro caso interessante é o da instituição chinesa comandada pelo Dr. Huang. O procedimento é baseado na descoberta do neurocientista Geoffrey Rasiman (University College London) que descobriu, mais de 20 anos atrás, que certas células da mucosa nasal são responsáveis por guiar fibras nervosas do bulbo olfatório até o cérebro. Quando em cultura, Raisman e outros grupos demonstraram que essas células podem ser usadas para melhorar os sintomas de ratos com lesões na medula espinhal. No website chinês, os pacientes se referem a essas células como “células-tronco”, mas Huang nega que sejam realmente células-tronco.


O grupo de Raisman está coordenando um pequeno ensaio clínico com humanos baseado na sua descoberta. Mas o procedimento da clínica chinesa é diferente. Lá eles retiram as células de fetos abortados e injetam diretamente no paciente. Dados experimentais em cobaias sugerem que as células são atacadas pelo sistema imune rapidamente, pois há incompatibilidade imunológica, sendo eliminadas do corpo. Portanto, não existe base científica alguma para a melhoria observada nos pacientes de Huang.


Mesmo assim, diversos cientistas liderados por um grupo de Miami se mostraram intrigados pelos resultados e conseguiram permissão para acompanhar a avaliação clínica dos pacientes de Huang. Os dados, publicados na revista “Neurorehabilitation and Neural Repair” e na “Spinal Cord”, são assustadores. De sete pacientes autorizados a ter contato com cientistas do exterior, cinco apresentaram efeitos colaterais (incluindo meningite e exacerbada sensibilidade) e nenhum mostrou qualquer sinal de melhora. Para piorar, as amostras injetadas não continham as tais células-tronco do nariz. Obviamente Huang se defendeu criticando a técnica dos cientistas de Miami e apontando que a análise de apenas sete entre milhares de pacientes seria insuficiente para tirar conclusões. Justo, mas porque isso não foi discutido antes?


Hoje em dia, o ideal é que qualquer terapia em humanos seja testada em ensaios experimentais abertos, “randomizados” e controlados, onde qualquer pesquisador do mundo possa ter acesso aos dados. Os pacientes devem participar sem pagar absolutamente nada, estando cientes dos riscos envolvidos. Obviamente, nos países em desenvolvimento, onde as regulações institucionais são menos rigorosas, isso acontece mais freqüentemente. Mesmo assim, nos EUA, uma clínica de Atlanta (Biomark) foi processada pelo FDA (agência governamental americana responsável por fiscalizar tratamentos clínicos) por ludibriar seus pacientes com falsas esperanças no tratamento de ELA usando células do cordão umbilical. Após perder os direitos de clinicar nos EUA, os donos da clínica são agora procurados pelo FBI.


Mesmo assim, muitos pacientes continuam a procurar esse tipo de auxilio. Com justificativas do tipo “não me importa se ainda não foi provado cientificamente” ou “qualquer melhoria pra mim é bem vinda”, ou mesmo “não tenho nada a perder”, fica difícil de argumentar com pacientes que têm pressa na cura. A razão por trás disso inclui a divulgação exacerbada dos avanços das células-tronco pelos próprios cientistas e pela mídia em geral. Caso semelhante aconteceu na década de 80 com a “terapia gênica”. Com a morte de um voluntário, as pesquisas da área desapareceram por anos por falta de financiamento e só estão voltando agora. Um atraso científico e terapêutico irreparável. Será que já não teríamos a cura para diversas doenças se os avanços não tivessem sido interrompidos?


A esperança nas células-tronco é compartilhada por muitos, pacientes, familiares, pesquisadores, políticos. Infelizmente ainda não chegamos lá. Precisa-se investir muito em pesquisa básica. Ensaios experimentais clínicos devem ser controlados e sem retorno financeiro, garantindo a transparência. Sei que é difícil explicar isso para pacientes que se recusam a se conformar com seu estado. Mas acho que essa deva ser outra razão para que se pressione as agências de fomento governamentais a investir na área ou mesmo para organização de associações privadas, comandadas ou não por pacientes, que financiem pesquisas direcionadas para doenças específicas.


O CAMINHO PARA MEDICINA PERSONALIZADA

Acabo de chegar do Congresso Americano de Genética Humana, que esse ano foi na Filadélfia. Contou com quase 5.000 participantes. Um dos pontos altos foi a palestra de Craig Venter (foto), falando do seu próprio DNA - o primeiro a ser seqüenciado no mundo - e das implicações de se identificar todos os nosso genes: as negativas e as positivas. Entre as positivas, é certo que a farmacogenômica, a resposta individual a drogas, fará uma revolução na medicina e no modo que nos medicamos. Na realidade, somos cobaias humanas toda vez que estamos tomando uma droga nova. Você já pensou nisso?

Fonte : Veja.com - Genética Mayana Zatz

Fast-food pode aumentar risco de mal de Alzheimer, diz estudo

Comida com gordura, açúcar e colesterol 'causou alteração cerebral em ratos'.

O consumo de alimentos do tipo fast-food pode elevar o risco do desenvolvimento do mal de Alzheimer, sugere um estudo sueco.

Ratos de laboratório receberam uma dieta rica em gordura, açúcar e colesterol -- representando o valor nutricional de lanches do tipo "fast food" - durante nove meses e desenvolveram alterações no cérebro associadas aos estágios preliminares da doença.

Fonte : G1 - Ciência e Saúde

Informações sobre saúde disponíveis na internet estão criando uma geração de hipocondríacos cibernéticos - pessoas que, sem razão, temem os piores diagnósticos para seus sintomas após surfar na rede - dizem pesquisadores.

Fonte : G1 - Ciência e Saúde/ Vida saudável

Expectativa de vida do brasileiro aumenta mais de 5 anos, segundo dados do IBGE


SEGUNDA-FEIRA É DIA DO AMIGOGAMP DA ABP
A PARTIR DAS 20:00 HS


AQUELE BATE-PAPO AMIGO E FRATERNO
Tema da noite :
O QUE MOTIVOU VOCÊ A PARTICIPAR DOS NOSSOS BATE-PAPOS?



Clique Aqui